Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Rafinha Bastos afastado do CQC...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Rafinha Bastos afastado do CQC... em Sex Out 14, 2011 2:02 pm

Chrono

avatar
conseguiu vencer REIR0M e virou o TITAN of the Games
conseguiu vencer REIR0M e virou o TITAN of the Games
O humorista Rafinha Bastos não aparece na bancada do CQC desta segunda-feira (3), após receber uma punição da emissora do programa, a Band. Em seu lugar, a integrante Monica Iozzi compôs a bancada junto com Marcelo Tas e Marco Luque. Ela explicou a troca:

- Ele teve uma câimbra na língua. Me chamaram pelo critério do menor cachê.

Bastos foi punido por um comentário feito na semana passada. Ele disse que "comeria [a cantora] Wanessa Camargo e o bebê". Wanessa está grávida do primeiro filho, de sua união com o empresário Marcos Buaiz.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

A declaração repercutiu mal. O ex-jogador Ronaldo, sócio de Marcus Buaiz, disse que não colaboraria mais com o humorístico. Ronaldo já chegou a compor a bancada do CQC.
Na emissora, também repercutiu muito mal nota oficial de Marco Luque, colega de Rafinha Bastos na bancada do CQC, condenando o comentário do colega. Luque é contratado da Claro, e foram Ronaldo Fenômeno e Marcus Buaiz quem intermediaram a negociação entre o humorista e a operadora de telefonia.

Não é a primeira vez que Rafinha provoca a ira das pessoas...

O caso não foi encerado, a família Camargo está mexendo os seus pauzinhos .
Enquanto isso ,Rafinha está afastado do CQC .

Eu sei que o assunto já ta correndo ai pra lá de 2 semanas...

Mas postei para discutirmos sobre o caso, já que sei que tem uma galera aqui que gosta de CQC alem de mim (só sei do Gohan e do sumido Nemesis).

Comentem!
Depois postarei minha opnião...

Ver perfil do usuário http://Titan.dk3.com

2 Re: Rafinha Bastos afastado do CQC... em Sex Out 14, 2011 7:10 pm

-GFW-

avatar
jogou Resident Evil 5 online com o lendário “AAA”
jogou Resident Evil 5 online com o lendário “AAA”
ele mesmo e o blog jacaré banguela fizeram uma parodia

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

kpoaksopak



acho paia isso de afasta ele por causa de 1 piada que ele fez no meio de tantas outras.
Pior pro CQC, pq CQC sem o Rafinha não é a mesma coisa...

Ver perfil do usuário

3 Re: Rafinha Bastos afastado do CQC... em Sex Out 14, 2011 9:45 pm

Mestre Gohan

avatar
conseguiu vencer REIR0M e virou o TITAN of the Games
conseguiu vencer REIR0M e virou o TITAN of the Games
Ditadura na TV, quem controla o que pode ser dito ou não, são os poderosos

A piada, se for vista isoladamente, pode parecer sim ofensiva, mas quem acompanha o programa, sabe que é jargão dele falar "eu comia" ou "já comi muito".
Acho que se sentiram ofendidos ( a Wanessa e o marido), cabe a eles entrar com um processo, nada mais justo. Só que tentar tira-lo do ar somente terá repercussão negativa para todos os lados.

Fato também, que o CQC se sentiu incomodado com o afastamento dele (quem o afastou foi a BAND, não o CQC), e o máximo que conseguem fazer é apoia-lo de forma velada (alguns de forma mais aberta, caso do Gentilli e do Oscar), e outros saíram como duas cara (Luke), mas vai saber o que rolou por trá de tudo isso.

Outra palhaçada é a Band insistir em deixa-lo na geladeira para esfriar (isso não funciona mais na era da internet), pois não quer perde-lo, afinal, ele é um dos reapossáveis pelos programas de maior audiência do canal (CQC e A Liga).

Mas uma coisa era evidente, esse ano, CQC começou a dar indícios de estar estagnado rumando ao declínio (algo normal, se tratarmos o programa como um produto que já passou do seu pico de sucesso - aula básica de marketing), precisando de uma reformulação... mas pelo menos temos agora o "Agora é Tarde"

Ver perfil do usuário

4 Re: Rafinha Bastos afastado do CQC... em Sex Out 14, 2011 11:06 pm

Chrono

avatar
conseguiu vencer REIR0M e virou o TITAN of the Games
conseguiu vencer REIR0M e virou o TITAN of the Games
Então...
Gohan citou algo que percebi do CQC também, o programa esse ano caiu e muito! Pois a principal idéia do programa era ter um teor mais político seguindo uma linha de comédia na tv que antes não vinha sendo explorada o que muita gente tinha vontade/curiosidade que era ir atrás daquilo que ninguém comenta na TV sobre política.

Fato que eu não sigo o programa sempre, comecei junto e parei no meio e voltei depois...
Porem percebo que hoje o programa virou, para mim, muito popzinho. Pois os quadros geralmente é indo em alguma festa global ou de algum ator, raros são os casos, agora, de um quadro no programa que tenha aquele objetivo inicial (Custe o Que Custar)...

Os quadros da Mônica no Congresso me parece mais um “continuamos fazendo o trabalho político”, tendo esquetes sempre repetidas sem nenhuma novidade muito interessante e, assim, se tornando tão tedioso e chato! (sem dizer que ela é fraca)

Temos o proteste já, que para mim parece que fazem por fazer! Não existe mais aquela idéia de ‘pegar na ferida’ que existia antes, o importante é fazer a matéria e dizer que tentou, não necessariamente resolver os problemas...

Quadros de futebol que geralmente/sempre mostram o “curintians”/time paulista ou seleção brasileira, babando um ovo do carai... nem preciso comentar, é muito chato ouvir sobre ‘curintia’ todo dia! (ainda mais para quem é carioca)

Danillo Gentilli que segurava um pouco o CQC, desde a ultima vez que vi, não ta tão preocupado em fazer grandes matérias. E ta certo pq o programa dele ta bem melhor que CQC...

Temos aqueles quadros “resta 1” e “cqteste”, que tenho certeza que é só para tapar buraco!

A bancada que era algo interessante perdeu toda a sua graça depois do ocorrido...(mesmo que volte)

O Tas simplesmente ignorou o caso no primeiro CQC 3.0 sem o Rafinha Bastos, mostrando que prefere fazer o tipo diplomático que defende o seu e que se ferre os outros.(o que já sabia)

Marco Luque decepcionante o que fez, deu uma de X9(se não souber procura em gírias cariocas Razz) e deu para perceber o seu verdadeiro interesse depois de aparecer o nome do Ronaldo! Afinal deu pra ver pq ele sentiu as dores do R9 e o Marido da Vanessa, os caras arrumaram uma propaganda da Claro! ( que deve pagar bem pra kct...)


No mais, quanto à piada, no dia que eu vi ri de mais! Não vi nada de mais...
Como o Gohan disse, olhando isoladamente, realmente fica bizarro...

Mas sabemos que os 3 da bancada tem seus jargões:
Luque – Beijo me liga
Tas – Docinho de coco caramelado
Rafinha – “Como”

Falei pra caramba... auauahuahua

Pra terminar, o fato é:
Custe o Que Custar
O nome continua o mesmo, mas o contexto se tornou outro... $$$

Ver perfil do usuário http://Titan.dk3.com

5 Re: Rafinha Bastos afastado do CQC... em Sex Out 14, 2011 11:07 pm

Chrono

avatar
conseguiu vencer REIR0M e virou o TITAN of the Games
conseguiu vencer REIR0M e virou o TITAN of the Games
ahhh, esqueci... muito bom sobre o assunto:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

O Rafinha postou no twitter dele.. auhauhauha

Ver perfil do usuário http://Titan.dk3.com

6 Re: Rafinha Bastos afastado do CQC... em Sab Out 15, 2011 2:01 am

Mestre Gohan

avatar
conseguiu vencer REIR0M e virou o TITAN of the Games
conseguiu vencer REIR0M e virou o TITAN of the Games
Cara, proteste já ficou fraco depois que entrou o Oscar. Gosto dele, para mim, de reportagem ele o Danilo são os melhores. No primeiro proteste já deste ano (ou um dos primeiros) pareceu que ia continuar bom, mas daí decaiu derrepente.

Confesso que comecei a acompanhar o programa depois da entrada da Mônica, então não sei como foi o concurso para entrada dela (e se havia outros candidatos melhores), mas tenho a impressão que pegaram ela para constituir a "cota feminina" do programa

No final, parece que o Luque perdeu a propaganda que iria gravar com o R9, sendo substituído pelo, até onde sei, Bruno Mazzeo (outro membro da panela anti-Bastos)

3.0 não tenho visto (devido ao horário), mas junto do Top Five era o que eu mais aguardava para ver

Ver perfil do usuário

7 Re: Rafinha Bastos afastado do CQC... em Sab Out 15, 2011 9:06 pm

Mestre Gohan

avatar
conseguiu vencer REIR0M e virou o TITAN of the Games
conseguiu vencer REIR0M e virou o TITAN of the Games
Acabou a discussão

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Para Cristo ficar do lado de um judeu, é porque ele é uma boa pessoa! Cool

Ver perfil do usuário

8 Re: Rafinha Bastos afastado do CQC... em Dom Out 16, 2011 12:55 am

Chrono

avatar
conseguiu vencer REIR0M e virou o TITAN of the Games
conseguiu vencer REIR0M e virou o TITAN of the Games
auhauahuahauhauahuauhauaha

só rindo! uahauhauhauhauhaua

Já vi que vai aparecer os aproveitadores, da tv, pra aproveitar sobre o assunto..

Ver perfil do usuário http://Titan.dk3.com

9 Re: Rafinha Bastos afastado do CQC... em Seg Nov 07, 2011 2:10 am

RIOR

avatar
conheceu Sephiroth e nunca mais vai jogar Final Fantasy
conheceu Sephiroth e nunca mais vai jogar Final Fantasy
segundo oq diz aki ele talvez volte em 2012 ou naum
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Ver perfil do usuário

10 Re: Rafinha Bastos afastado do CQC... em Qui Nov 24, 2011 10:41 am

Chrono

avatar
conseguiu vencer REIR0M e virou o TITAN of the Games
conseguiu vencer REIR0M e virou o TITAN of the Games
Custe o que custar, uma ova!
Por Dafne Sampaio | yahoo noticias

Lembro como se fosse ontem: 17 de março de 2008. Já passava das 22h quando nossos olhos se cruzaram pela primeira vez. Foi amor à primeira vista, pode acreditar. Eu vinha de uma série de relações breves, não conseguia me deixar levar por ninguém, e quando você apareceu... nossa, era o programa de humor, na televisão aberta, que estava esperando por toda minha vida (mentira, vivi um lance muito forte com a TV Pirata, mas sabe como são essas coisas do coração, né?).

Um humor corrosivo e de cara limpa, sem o apoio de bordões, de olho na pompa ridícula de políticos e celebridades, além de um pé no jornalismo no quadro sobre os desperdícios e desmandos do poder público. Ah, CQC, como eu te amei! Tanto sua bancada de três cabeças-línguas quanto seus comediantes-repórteres, cada um a seu jeito.

Foi um ano lindo, lua de mel e amendoim todas às segundas, e era gostoso a gente se encontrar, a risada rolava fácil, assunto não faltava. Então encontrei, exatamente nessa época, sua cabeça mais brilhante e fiquei encantado. Na entrevista que deu origem à matéria “Entende o mundo quem ri melhor”, Tas me disse coisas como: “Nós não podemos fazer o que estamos criticando, ou seja, denúncias vazias, explorar fatos de uma maneira exagerada, fazer perguntas que não são pertinentes. (...) Não queremos virar os justiceiros ou a patrulha da moral e dos bons costumes”. Eu, cego de paixão, acreditei.

O primeiro ano se passou, a segunda temporada entrou no ar e segui fiel. Algumas coisinhas começaram a me incomodar, mas achei que era implicância, imaturidade minha. Qual o problema de cada matéria vir precedida por um comercial interminável e engraçadinho com os próprios integrantes do programa? Que mal há em cortar a resposta do entrevistado deixando na edição final apenas a pergunta-polêmica do repórter? De qualquer forma, comecei a perder um episódio ou outro. Vejo depois na internet, dizia para os meus botões, sem querer aceitar que a gente estava se distanciando.

Aí, na terceira temporada em 2010, a coisa desandou de vez. Não adiantou colocar uma mulher entre os repórteres, quadros novos também não resolveram. A gente deixou de falar a mesma língua, simples assim, só que de vez em quando contemporizava: afirmando que o problema era comigo, não com você. Bobagem, o problema era com você sim.

Desacreditar políticos com piadas é a coisa mais fácil do mundo e garante repercussão entre cidadãos preguiçosos que acham que esse pessoal de Brasília é tudo igual. Bancar o machão com um assistente de subsecretário de cidade interior é sopinha no mel. Quero ver fazer piadas com empresas que patrocinam o programa (isso acontece com muita frequência nos Estados Unidos), quero ver um Proteste Já com o setor privado.

Para onde foi aquela acidez de tempos passados que puxava o tapete das celebridades, globais ou não? Quando todos ficaram famosos demais a ponto de tudo virar uma suruba de rasgações de seda?

Na época da eleição, então, a coisa piorou ainda mais. Marcelo Tas, o saudoso e espirituoso Ernesto Varela, foi mostrando facetas autoritárias, preconceituosas e parciais, tanto na TV quanto no twitter (‘para os meus amigos, babações de ovo ou o silêncio cúmplice; para os inimigos, a piadinha rasteira e a polêmica fogo de palha’). Só sei que meu coração se quebrou em mil pedacinhos e que minha mulher não quis recolhê-los porque disse que já tinha me avisado inúmeras vezes.


Segunda agora, anteontem, resolvi dar uma olhada no que estava acontecendo. Fazia um bom tempo que não assistia a um programa inteiro. Às vezes fugia de propósito, mas noutras esquecia completa e sinceramente. Sabia que as coisas por aí não andavam bem – audiência caindo, brigas internas, expulsão de um dos integrantes –, mas procurei assistir com amor no coração, respeitando a nossa história, saca? Não adiantou. Tudo estava diferente, sem graça, arrastado e moralmente flácido. Pensei que ficaria triste, tantos talentos se queimando desperdiçados, mas não senti nada. Nadinha. Um pouquinho de felicidade talvez, afinal agora poderia partir para outra de coração leve. E que o último a sair por aí apague a luz.

[2] no texto!

Li este texto e achei perfeito, queria compartilhar com a galera que gosta do programa!

Eu já não via muito depois do segundo ano, perdia vários e tentava ver outros... me empolguei até com o 2.0 que as piadas eram mais livres. (O Rafinha então extrapolava, era foda!)

Parei de ver definitivamente depois do caso Rafinha...
Mas realmente o texto aborda muito bem o declínio do programa, apesar de não tocar no assunto polemico...

Ver perfil do usuário http://Titan.dk3.com

11 Re: Rafinha Bastos afastado do CQC... em Qui Nov 24, 2011 12:43 pm

RIOR

avatar
conheceu Sephiroth e nunca mais vai jogar Final Fantasy
conheceu Sephiroth e nunca mais vai jogar Final Fantasy
Chrono escreveu:
Custe o que custar, uma ova!
Por Dafne Sampaio | yahoo noticias

Lembro como se fosse ontem: 17 de março de 2008. Já passava das 22h quando nossos olhos se cruzaram pela primeira vez. Foi amor à primeira vista, pode acreditar. Eu vinha de uma série de relações breves, não conseguia me deixar levar por ninguém, e quando você apareceu... nossa, era o programa de humor, na televisão aberta, que estava esperando por toda minha vida (mentira, vivi um lance muito forte com a TV Pirata, mas sabe como são essas coisas do coração, né?).

Um humor corrosivo e de cara limpa, sem o apoio de bordões, de olho na pompa ridícula de políticos e celebridades, além de um pé no jornalismo no quadro sobre os desperdícios e desmandos do poder público. Ah, CQC, como eu te amei! Tanto sua bancada de três cabeças-línguas quanto seus comediantes-repórteres, cada um a seu jeito.

Foi um ano lindo, lua de mel e amendoim todas às segundas, e era gostoso a gente se encontrar, a risada rolava fácil, assunto não faltava. Então encontrei, exatamente nessa época, sua cabeça mais brilhante e fiquei encantado. Na entrevista que deu origem à matéria “Entende o mundo quem ri melhor”, Tas me disse coisas como: “Nós não podemos fazer o que estamos criticando, ou seja, denúncias vazias, explorar fatos de uma maneira exagerada, fazer perguntas que não são pertinentes. (...) Não queremos virar os justiceiros ou a patrulha da moral e dos bons costumes”. Eu, cego de paixão, acreditei.

O primeiro ano se passou, a segunda temporada entrou no ar e segui fiel. Algumas coisinhas começaram a me incomodar, mas achei que era implicância, imaturidade minha. Qual o problema de cada matéria vir precedida por um comercial interminável e engraçadinho com os próprios integrantes do programa? Que mal há em cortar a resposta do entrevistado deixando na edição final apenas a pergunta-polêmica do repórter? De qualquer forma, comecei a perder um episódio ou outro. Vejo depois na internet, dizia para os meus botões, sem querer aceitar que a gente estava se distanciando.

Aí, na terceira temporada em 2010, a coisa desandou de vez. Não adiantou colocar uma mulher entre os repórteres, quadros novos também não resolveram. A gente deixou de falar a mesma língua, simples assim, só que de vez em quando contemporizava: afirmando que o problema era comigo, não com você. Bobagem, o problema era com você sim.

Desacreditar políticos com piadas é a coisa mais fácil do mundo e garante repercussão entre cidadãos preguiçosos que acham que esse pessoal de Brasília é tudo igual. Bancar o machão com um assistente de subsecretário de cidade interior é sopinha no mel. Quero ver fazer piadas com empresas que patrocinam o programa (isso acontece com muita frequência nos Estados Unidos), quero ver um Proteste Já com o setor privado.

Para onde foi aquela acidez de tempos passados que puxava o tapete das celebridades, globais ou não? Quando todos ficaram famosos demais a ponto de tudo virar uma suruba de rasgações de seda?

Na época da eleição, então, a coisa piorou ainda mais. Marcelo Tas, o saudoso e espirituoso Ernesto Varela, foi mostrando facetas autoritárias, preconceituosas e parciais, tanto na TV quanto no twitter (‘para os meus amigos, babações de ovo ou o silêncio cúmplice; para os inimigos, a piadinha rasteira e a polêmica fogo de palha’). Só sei que meu coração se quebrou em mil pedacinhos e que minha mulher não quis recolhê-los porque disse que já tinha me avisado inúmeras vezes.


Segunda agora, anteontem, resolvi dar uma olhada no que estava acontecendo. Fazia um bom tempo que não assistia a um programa inteiro. Às vezes fugia de propósito, mas noutras esquecia completa e sinceramente. Sabia que as coisas por aí não andavam bem – audiência caindo, brigas internas, expulsão de um dos integrantes –, mas procurei assistir com amor no coração, respeitando a nossa história, saca? Não adiantou. Tudo estava diferente, sem graça, arrastado e moralmente flácido. Pensei que ficaria triste, tantos talentos se queimando desperdiçados, mas não senti nada. Nadinha. Um pouquinho de felicidade talvez, afinal agora poderia partir para outra de coração leve. E que o último a sair por aí apague a luz.

[2] no texto!

Li este texto e achei perfeito, queria compartilhar com a galera que gosta do programa!

Eu já não via muito depois do segundo ano, perdia vários e tentava ver outros... me empolguei até com o 2.0 que as piadas eram mais livres. (O Rafinha então extrapolava, era foda!)

Parei de ver definitivamente depois do caso Rafinha...
Mas realmente o texto aborda muito bem o declínio do programa, apesar de não tocar no assunto polemico...

tenho q concordar perdeu muito a graça do programa

antes éra bem melhor Rolling Eyes

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum